Conheça os principais mitos sobre emagrecimento

6 minutos para ler

Estar com o peso ideal é indispensável para afastar uma série de doenças e complicações na saúde. Por isso, quem tem obesidade ou dificuldades sérias para perder peso precisa ter conhecimento sobre os principais mitos sobre emagrecimento. Dessa forma, você evita ser enganado pela promessa de dietas milagrosas e que podem vir a prejudicar o bom funcionamento do seu organismo.

Quer entender melhor sobre o assunto? Então, veja a seguir quais são os principais mitos sobre emagrecimento! Vamos lá?

Para emagrecer tem que cortar carboidrato

Oposto do que se fala por aí, o carboidrato é importante para o processo de emagrecimento. Isso porque, se ele não estiver presente na alimentação, a quebra das gordura não é feita de forma correta. Ou seja, sua ausência tende a levar o organismo a recorrer a substratos energéticos, que são formados pela degradação da massa muscular do corpo.

Isso significa que o indivíduo pode até chegar a perder peso, mas ele só estará diminuindo os músculos e não a barriga. Então, não é vantajoso para ninguém cortar os carboidratos, já que só haverá perda da massa magra.

A dieta tem que ser restritiva

Apesar de cardápios radicais ajudarem a perder peso, isso não significa que você está saudável, pois só vai perder massa muscular e água. Ou seja, a gordura continua no seu corpo.

Da mesma forma que, ao fazer uma dieta com restrição de alguns alimentos, depois de certo tempo o seu peso não diminui mais. Além disso, pode gerar a perda de nutrientes e fraqueza muscular.

É melhor investir em alimentos light e diet

Os alimentos light costumam apresentar 25% menos de um componente. Já nos diet, o açúcar é retirado da sua fórmula. Entretanto, isso não significa que a pessoa vai ter uma dieta mais bem regulada, pois, como acontece em alguns produtos diet, podem ser inseridas outras substâncias nesses produtos, como as gorduras.

Um exemplo disso são os chocolates diet, que, apesar de não terem açúcar em sua formulação, costumam ter um alto teor de gordura e calorias. Com isso, o alimento, muitas vezes, chega a conter mais gordura do que um produto convencional.

Arroz com feijão engorda

Como já vimos anteriormente, não é preciso eliminar o carboidrato da nossa dieta. Então, se você é daquelas pessoas que acha que comer feijão e arroz todo dia pode engordar ainda mais, acalme-se.

Apesar de essa combinação ser tida como pesada, ela traz diversos benefícios para a saúde. Isso porque o feijão e o arroz têm grande quantidade de proteína e aminoácidos, além de ser fonte de fibras e carboidrato. Isso ajuda a manter o controle de glicose no sangue e a sensação de estômago cheio por mais tempo. Com isso, evita-se fazer aquele “lanchinho” logo após o almoço.

Corte frutas: elas têm muito açúcar

Apesar de as frutas terem frutose, não é motivo para retirá-las do seu cotidiano. Isso porque elas têm menos açúcar do que muitos outros alimentos que estamos acostumados a ingerir. Um exemplo disso são os refrigerantes que tem uma concentração de açúcar bem maior do que o consumo de sucos de frutas naturais.

Por outro lado, se a fruta for ingerida com casca e bagaço, já é possível contar com maior quantidade de fibras, o que ajuda a diminuir os possíveis efeitos negativos da frutose. Além disso, muitas frutas tem substâncias antioxidantes, cujo papel é evitar inflamações no organismo em razão da grande concentração de açúcar e gordura no corpo.

Quem deseja perder peso não deve comer à noite

Deixar de comer a noite não é uma atitude benéfica. Isso porque ignorar a sensação de fome traz prejuízos ao nosso corpo, pois aumenta a fraqueza e a perda a concentração, por exemplo.

Contudo, como a noite é um período de descanso, é necessário escolher alimentos leves, com pouca gordura e de fácil digestão. Um exemplo disso são as frutas, as quais têm boa concentração de fibras e nutrientes.

Jejum ajuda a emagrecer

Passar muito tempo sem comer causa um efeito contrário ao emagrecimento, uma vez que nosso corpo entende que está em uma situação de “risco” e, dessa forma, desacelera o metabolismo e passa a armazenar energia. No entanto, isso não deve ser tido como uma “regra”, já que sabemos que existem algumas dietas que usam o jejum como artifício de emagrecimento, como a dieta do jejum intermitente.

É fundamental fazer uso de suplementos em uma dieta de emagrecimento

Muitas pessoas acham que para emagrecer é preciso investir em diversos suplementos, mas isso não é verdade. Para ter uma alimentação saudável e aliada ao emagrecimento, é preciso verificar o estilo de vida de cada pessoa.

Com isso, algumas mudanças de hábito e uma reeducação alimentar podem causar um impacto bastante positivo no dia a dia das pessoas, sem que haja a necessidade fazer uso de suplemento.

Veja como contar com a ajuda de um profissional para evitar cair nos mitos sobre emagrecimento

Quem tem obesidade é fundamental contar com a ajuda de um profissional nesse processo de emagrecimento. Por isso, é essencial ter o apoio de especialistas como a Clínica da Obesidade, com a qual você poderá contar com uma equipe multidisciplinar que fará total diferença na hora de tratar sua obesidade e também de outras doenças associadas, como por exemplo, a esteatose hepática (gordura no fígado).

A esteatose hepática pode ser desencadeada por diversos fatores, sendo que o principal deles é a obesidade. Quando a doença é tratada de forma correta, pode ficar estável por vários anos ou até regredir em níveis que chegam perto do zero. Caso contrário, a enfermidade pode avançar para esteato-hepatite, na qual acontece a inflamação e morte celular, fibrose, e, com o tempo, evoluir para cirrose ou câncer de fígado.

Conhecer os principais mitos sobre emagrecimento é fundamental para garantir que sua alimentação seja feita de forma correta. Mas só isso não basta! É necessário contar com profissionais de excelência, como os da Clínica da Obesidade, para garantir o melhor tratamento da obesidade e das comorbidades relacionadas, como a diabetes. Dessa forma, você conseguirá encontrar mais qualidade de vida o quanto antes e voltar a fazer atividades que já não conseguia mais.

Agora que chegamos ao fim de mais um artigo, que tal entender melhor como a Clínica da Obesidade pode auxiliar no seu processo de emagrecimento? Então, entre em contato conosco para saber mais detalhes! Esperamos você!

Posts relacionados

Deixe um comentário